Capítulo 03. Ação Gênica

Observe que a seqüência do RNAm não é a mesma do DNA, mas é complementar, de acordo com a especificidade das bases dos nucleotídeos.

 

 

A seqüência de nucleotídeos do RNAm deve, agora, ditar a ordem na qual os aminoácidos irão se ligar para formarem a proteína. A leitura dessa receita é realizada pelos ribossomos. A molécula do RNAm pode ser vista, então, como uma frase escrita com um alfabeto de apenas quatro letras:

  • Adenina – nucleotídeo = A

  • Uracila – nucleotídeo = U

  • Citosina – nucleotídeo = C

  • Guanina – nucleotídeo = G

A tradução do código escrito do RNAm e a produção das proteínas ocorrem nos ribossomos.

 

6.2. Os Ribossomos

Os ribossomos estão presentes em células procarióticas e eucarióticas. A maioria dos ribossomos está aderida às membranas do retículo endoplasmático, formando o ergastoplasma, muito desenvolvido nas células que sintetizam proteínas para exportação, como as enzimas digestivas. Existem ribossomos dispersos pelo citoplasma, relacionados com a produção de proteínas para uso interno ou para crescimento celular. Quando vários ribossomos (de 10 a 20, em geral) se encontram ligados a um filamento de RNAm, formam os polirribossomos ou polissomos. Podem ser encontrados ribossomos no interior das mitocôndrias e dos cloroplastos.

Os ribossomos são constituídos por duas subunidades,   uma   um  pouco  menor  que  a  outra.

Ambas são constituídas por RNA ribossômico(RNAr) e por proteínas, algumas com função catalítica, permitindo a ligação dos aminoácidos que irão formar a proteína que está sendo produzida. Imagina-se que o RNA ribossômico estabilize a ligação entre o RNA mensageiro e os RNA transportadores, unindo-se a ambos. O RNA ribossômico representa 80% do RNA celular.

 

 

6.3. Tradução

A molécula de RNAm, produzida a partir de um filamento de DNA, é sintetizada no núcleo e se dirige para o citoplasma. Como já foi dito, cada seqüência de 3 nucleotídeos do RNAm codifica um aminoácido. No DNA, cada trinca de nucleotídeos constitui um triplete. No RNAm, cada grupo de 3 nucleotídeos é chamado de códon.

Assim, uma proteína de 100 aminoácidos tem a sua produção comandada por um RNAm com 300 nucleotídeos, ou seja, 100 códons.

No citoplasma, um ribossomo se liga ao RNAm, dando início à tradução. Os ribossomos deslocam-se ao longo do RNAm, como um bonde sobre os trilhos. A cada seqüência de 3 nucleotídeos (um códon), uma molécula de RNA transportador, com o seu aminoácido, liga-se momentaneamente ao códon do RNAm. A ligação ocorre porque o RNA t possui, na extremidade oposta à que se liga ao aminoácido, uma seqüência de 3 nucleotídeos complementares ao códon. É o anticódon.


47
  Capítulo 03. Ação Gênica 47