Capítulo 05. Dioptros, Lâmina e Prismas
2. Equação Dos Pontos Conjugados

O que acontece quando um observador, situado no ar, vê um objeto situado dentro da água?





O observador recebe os raios de luz provenientes de P (objeto real) pela direção que passa pelo ponto P’ e, dessa forma, tem a impressão de que a luz provém de P’ (imagem virtual).

Aplicando-se a lei de Snell para o raio PIO, vem:



Vamos posicionar o observador de tal forma que seus olhos fiquem o mais próximo possível da direção PI’; então, os ângulos i e r serão suficientemente pequenos para que seja válida a aproximação:


e


Podemos, portanto, escrever que:

n tg i = n’ tg r




Note que n é o índice de refração absoluto do meio onde se encontra o objeto, e n’ onde se encontra o observador.

O que acontece quando um observador, situado na água, vê um objeto no ar?






O observador recebe os raios de luz provenientes de P (objeto real) pela direção que passa pelo ponto P’ e, dessa forma, tem a impressão de que a luz provém de P’ (imagem virtual).

Procedendo de forma análoga ao caso anterior, temos:

n sen i = n’ sen r
n tg i = n’ tg r





Observe atentamente que, novamente, n é o índice de refração absoluto do meio onde se encontra o objeto e n’ onde se encontra o observador.

45
  Capítulo 05. Dioptros, Lâmina e Prismas 45