Capítulo 06. Lentes Esféricas

b) n é o índice de refração relativo da lente em relação ao meio externo.


 
7. Justaposição de Lentes


Um modo de diminuir as aberrações cromáticas provocadas por uma lente é justapor duas lentes esféricas. A associação de lentes se comporta como uma única lente, chamada de lente equivalente.

A convergência dessa lente equivalente é dada pela soma das convergências das lentes que compõe a associação:



em que:

Ceq: é a convergência da lente equivalente.

C1: é a convergência da primeira lente.

Cn: é a convergência da última lente que compõe a associação.

Na prática, o uso da associação de lentes tem grande utilidade para atenuar as aberrações cromáticas.

 

Exercícios Resolvidos


01. Determine a vergência de uma lente plano-convexa de raio 5,0 cm feita de vidro, de índice de refração 1,5 imersa no ar, cujo índice de refração é 1,0.

Resolução

De acordo com a convenção de sinais vem:
R1 = + 5,0 cm (face convexa)


(face plana)
O índice de refração relativo é n.


Aplicando-se a equação dos fabricantes:

 

f = 10 cm = 0,10 m

A lente é convergente porque a distância focal resultou positiva.


02. Calcular a distância focal de uma lente de vidro de índice de refração 1,5 imersa no ar, sabendo-se que a face convexa tem raio 10 cm e face côncava, 20 cm.

Resolução


De acordo com a convenção de sinais vem:
R1 = 10 cm (face convexa)
R2 = –20 cm (face côncava)
O índice de refração relativo da lente em relação ao meio externo é n.


Aplicando-se a equação dos fabricantes:

 
 

A lente é convergente porque a distância focal resultou positiva.


69
  Capítulo 06. Lentes Esféricas 69