Capítulo 05. Dioptros, Lâmina e Prismas

Resolução

A profundidade real da piscina 12 · 12 = 144 cm.


A profundidade aparente da piscina é:




O banhista vê 12 azulejos, porém com altura de:

= 9 cm de altura

Resposta: A

 

3. Lâminas de Faces Paralelas

Define-se lâmina de faces paralelas como o conjunto formado por três meios homogêneos e transparentes, separados por duas superfícies planas e paralelas, isto é, uma associação de dois dioptros planos e paralelos. Um exemplo comum de lâmina é a placa de vidro utilizada numa janela.




4. Trajeto da luz através da Lâmina

Vejamos o que acontece com um raio luminoso ao atravessar uma placa de vidro com as faces paralelas, imersa no ar. A figura abaixo representa essa situação. O raio luminoso, proveniente do ar, ao atravessar a placa de vidro, sofre duas refrações: nos pontos A e B.

 
No ponto A:


os ângulos i e têm a mesma medida. Lei da reflexão


Aplicando-se a lei de Snell para a refração vem:

No ponto B:


os ângulos r e têm a mesma medida. Ângulos alternos internos de retas paralelas.

Os ângulos e têm a mesma medida. Lei da reflexão.


Aplicando-se a lei de Snell para a refração vem:


Comparando (1) e (2) vem:

nar sen i = nar sen


Portanto:

Observamos que o raio emergente é paralelo ao raio incidente, mas encontra-se deslocado lateralmente de uma distância d em relação ao incidente. Esse deslocamento lateral pode ser calculado através da expressão:




Onde e é a espessura da lâmina.


47
  Capítulo 05. Dioptros, Lâmina e Prismas 47