Capítulo 06. Bioenergética

 

II. Fotofosforilação Acíclica

Este processo utiliza o sistema de pigmento I, com predomínio da clorofila a, e o sistema de pigmento II, com predomínio da clorofila b.

A clorofila a, iluminada, perde um par de elétrons ativados, recolhidos por um receptor, a ferredoxina. Ao mesmo tempo, a clorofila b, iluminada, perde um par de elétrons que, após percorrer uma outra cadeia de citocromos, ocupa o "vazio" deixado na molécula da clorofila a. Durante a passagem dos elétrons pela cadeia de citocromos, duas moléculas de ATP são produzidas.

A água é quebrada pela luz (fotólise da água ou reação de Hill):

 

Dos produtos da fotólise da água, os elétrons irão ocupar o "vazio" na molécula da clorofila b, os prótons H+ serão recolhidos pela ferredoxina, que irá reduzir o NADP a NADPH2, enquanto o oxigênio molecular é liberado. Como já foi afirmado, o oxigênio liberado na fotossíntese provém da água!


 

Resumindo, na etapa fotoquímica da fotossíntese, a luz é convertida em energia elétrica (fluxo de elétrons através de aceptores especiais), e esta é convertida em energia química, armazenada nas moléculas de ATP e de NADPH2. O oxigênio é outro produto desta etapa, originado na fotólise da água.


81
  Capítulo 06. Bioenergética 81