Capítulo 10. Vetores
1. Grandezas Escalares e Vetoriais

Algumas grandezas físicas exigem, para sua perfeita caracterização, apenas uma intensidade.

Essas grandezas são denominadas grandezas escalares. Assim, grandezas físicas, como massa, comprimento, tempo, temperatura, densidade e muitas outras, são classificadas como grandezas escalares.

Por outro lado, existem grandezas físicas que, para sua perfeita caracterização, exigem, além da intensidade, uma orientação espacial (direção e sentido).

Tais grandezas recebem o nome de grandezas vetoriais. Como exemplo de grandezas vetoriais, podemos citar: força, impulso, quantidade de movimento, velocidade, aceleração e muitas outras.


2. Vetores

As grandezas vetoriais são representadas por um ente matemático denominado vetor.

Um vetor reúne, em si, o módulo, representando o valor numérico ou intensidade da grandeza, e a direção e sentido, representando a orientação da grandeza.

É importante salientarmos as diferenças entre direção e sentido: um conjunto de retas paralelas tem a mesma direção.


e, a cada direção, podemos associar uma orientação.

A figura abaixo representa uma grandeza vetorial qualquer: um segmento de reta orientado (direção e sentido) com uma determinada medida (módulo).





Para indicar um vetor, podemos usar qualquer uma das formas indicadas abaixo:




Para indicarmos o módulo de um vetor, podemos usar qualquer uma das seguintes notações:



Assim, indica o vetor e a indica o módulo do vetor .


3. Vetores Iguais e Vetores Opostos


Dois vetores são iguais quando possuem o mesmo módulo, a mesma direção e o mesmo sentido.


67
  Capítulo 10. Vetores 67