Capítulo 03. Calorimetria

As prateleiras da geladeira devem ser gradeadas, para permitir a passagem do ar e facilitar a convecção.

O aparelho de ar condicionado deve ser instalado no alto do ambiente, para formar as correntes de convecção e a temperatura do ambiente ficar mais uniforme.

19.3. Brisas Litorâneas

Devido ao seu alto calor específico (1 cal/g · °C), a água do mar sofre pequena variação de temperatura. O continente sofre maior variação de temperatura que o mar.

Durante o dia, a superfície da Terra está mais quente que o mar, então, o ar quente do continente sobe e o ar do mar desloca-se para o continente. Temos a brisa marítima.

Durante a noite, a terra resfria-se rapidamente e o mar torna-se mais quente que a terra, então, o ar quente sobre o mar sobe e o ar da terra desloca-se para o mar. Temos a brisa terrestre.

19.4. Inversão Térmica

Nas grandes cidades, o ar está poluído devido, principalmente, ao monóxido de carbono, dióxido de carbono e dióxido de enxofre, eliminados pelos escapamentos de automóveis, pela fumaça das fábricas, refinarias e destilarias, que acarretam irritações visuais e respiratórias.

Nos dias quentes, o ar poluído é mais quente do que o ar puro das camadas superiores, portanto ocorre convecção.

A poluição sobe e o ar puro desce.

No inverno é comum, o ar poluído nas proximidades da superfície estar mais frio do que as camadas superiores, portanto não ocorrem as correntes de convecção, dificultando dispersão dos poluentes. Esse fenômeno é chamado de inversão térmica.


42
  Capítulo 03. Calorimetria 42