Capítulo 05. Termodinâmica

a) pi · Vi = n · R · T

3000 · 8 = 10 · 8,31 · T

T = 288,8 K

b) Como a temperatura é constante

U = n R T = 0

U = 0

c) U = Q – 0 = 7200 –

= 7 200 J

03. Um gás ideal sofre uma transformação isobárica à pressão de 10 N/m2. Qual o trabalho das forças de pressão durante o deslocamento do pistão, sabendo que o volume inicial do gás era de 4 m3 e que o volume final é de 10 m3?

Resolução

Como a pressão é constante, podemos calcular o trabalho pela expressão.

= p · V

= 10 (10 – 4)

= 60J

04. Uma massa de gás ocupa volume de 0,5 m3 sob pressão de 600 N/m2. Após receber 800 J de calor, mantendo constante a pressão, o volume passa a 1,5 m3. Determine a variação de energia interna.

Como p é constante = p V

Resolução

Como p é constante = p V

 

= p (Vf – Vi) = 600 (1,5 – 0,5)

= 600 J

U = Q – = 800 – 600

U = 200 J

05. Um mol de gás perfeito recebe 500 J de calor e sofre uma transformação a volume constante. Diga, justificando, se o gás sofreu um aquecimento ou resfriamento.

Resolução

= p · V = p · 0 = 0

U = Q – = 500 – 0 = 500 J

Como U > 0 aumentou a energia interna e, conseqüentemente, o gás sofreu um aquecimento.

06. O diagrama p × V abaixo representa a transformação cíclica sofrida por uma amostra de gás perfeito no sentido ABCDA.

Determine o trabalho total no ciclo.

Resolução


60
  Capítulo 05. Termodinâmica 60