Capítulo 04. Dinâmica Impulsiva

Resolução

a) O módulo do impulso da força é dado pela área do trapézio mostrado na figura abaixo.

b) De acordo com o Teorema do Impulso, temos:

  

Como a força é aplicada sempre na mesma dire-ção e sentido de , podemos escrever escalarmente:

b) Pelo Teorema da Energia Cinética, vem:

 

 

6. Quantidade de Movimento

de um Sistema

A quantidade de movimento (ou momento linear) de um conjunto de partículas corresponde à soma vetorial das quantidades de movimento de cada partícula de tal sistema.

Considere, por exemplo, o conjunto formado por três partículas (A, B e C), abaixo indicadas, em que se destaca o vetor quantidade de movimento ( = m · ) que cada uma apresenta em um certo instante.

Obtemos o vetor quantidade de movimento do sistema (sist), nesse instante, pela seguinte adição vetorial:

Se as velocidades das partículas tivessem a mesma direção, poderíamos obter o valor da quanti-dade de movimento do sistema através das veloci-dades escalares das partículas assim:

 

7. Sistema Isolado

Em um sistema podem agir forças internas e externas. São chamadas de forças internas aquelas que são trocadas entre as partículas do sistema. Por constituírem pares ação-reação, o impulso total devido às forças internas sempre será nulo.

Uma força é classificada como externa quando é exercida no sistema pelo meio externo a ele. Essa força pode ser de ação a distância (força de campo) ou de contato.


27
  Capítulo 04. Dinâmica Impulsiva 27